Verborragia

Tem dias que a gente sente que não fez nada. Como se não tivesse aproveitado o tempo. Como se a gente tivesse acordado a toa. Tem algumas vezes que não nos importamos com isso, nem nos damos conta de que não fizemos nada de relevante no dia. E tem outras vezes que nós ficamos satisfeitos justamente por não ter feito nada.

Esse dia não é hoje.

Estou com um incômodo muito grande por ter passado o dia inteiro não fazendo nada. Sim, é por isso mesmo que eu estou escrevendo, para ver se a sensação de não fazer nada vai embora.

O que me fez lembrar da peça do Gregório Duvivier, “Uma noite na lua”, em que o personagem interpreta um autor que precisa criar uma peça para um personagem que está em cima do palco, pensando. E isso constrói a peça.

Pode não fazer sentido, mas escrever enquanto eu penso que escrever faria meu dia ser mais útil lembrou aquele ciclo complexo da peça de Gregório. Que, aliás, é excelente. E todos devem ver. Até mesmo o pessoal do “Fora, Dilma” que não gosta do Gregório.

Estou pensando agora se eu publico isso ou se irá para os rascunhos desse blog, onde havia vários rascunhos não publicados e que eu exclui. Mas só fiz isso porque eu gosto de organização, inclusive nos meios eletrônicos, e detesto ver que há coisas não lidas, aquela notificação que não sai da tela… ah, como isso me incomoda.

Mas para não ser apenas um grande fluxo de consciência (segredo: nunca é tão espontâneo assim, eu parei várias vezes para pensar ou repensar uma frase antes de escrever), vou relevar um segredo (outro): não é porque você está morando em outro país que a sua vida vai ser uma enorme agitação. Não mesmo!

As fotos do Instagram foram tiradas em um ou dois dias, e depois rendem por semanas, mas isso faz parecer que a gente só viaja. É claro, eu sai da minha rotina de São Paulo e conheci muitos lugares novos, muito mais do que eu já havia conhecido em toda a vida. Mas também tem muito tédio, tem muitos dias vendo Netflix sem sair de casa nem mesmo para ir ao mercado. E tem uma sensação de vazio que é mesmo indescritível.

Pronto. Já tô me sentindo mais útil hoje.

Ufa…

Anúncios

One comment on “Verborragia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s